Bem-vindo ao nosso Portal de Notícias Contato10

Família do piloto de Marília Mendonça considera absurda conclusão da polícia

Advogado diz ser injurioso inquérito que apontou erro humano como causa do acidente que matou cantora há dois anos

O advogado que representa a família do piloto de Marília Mendonça afirma serem “absurdas” e “injuriosas” as conclusões da Polícia Civil de Minas Gerais sobre as causas do acidente.

Nesta quarta, a corporação anunciou que a queda do avião que transportava a cantora ocorreu por falha dos pilotos que conduziam a aeronave.

No entanto, em entrevista ao UOL, o advogado Sérgio Alonso afirmou que essa conclusão não tem base em provas técnicas.

“O acidente ocorreu pela falta de sinalização da rede, pela ausência de carta de aproximação visual e por essa rede estar colocada na mesma altura do tráfego padrão, que é de mil pés”, diz Alonso, acrescentando que os delegados não têm conhecimento sobre aviação.

“Os delegados concluem sem conhecer nada de aviação, falaram absurdos sobre velocidade, zona de proteção. Eles concluem que os culpados são os pilotos que foram mortos e ainda atribuem a eles triplo homicídio culposo, se arvorando na posição de juízes”, afirma ele, que representa a família de Geraldo Martins de Medeiros Júnior.

acidente ocorreu em 5 de novembro de 2021 quando a cantora e sua equipe chegavam a Caratinga, na região leste de Minas Gerais, para um show. A aeronave se chocou contra uma torre de transmissão de energia no momento da aproximação do aeroporto.

Entre em contato através
do formulário abaixo