Bem-vindo ao nosso Portal de Notícias Contato10

Corpos de vítimas de queda de helicóptero em SP são retirados da mata e seguem por terra para o IML

Helicóptero foi encontrado após 12 dias de buscas

Os corpos das vítimas do acidente de helicóptero que deixou quatro mortos no litoral de São Paulo foram retirados da área de mata, onde a aeronave caiu, na manhã deste sábado. De acordo com a Polícia Militar do estado, os corpos serão encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) por via terrestre, por causa do mau tempo na região. O helicóptero foi encontrado nesta sexta-feira, em Paraibuna (SP), após 12 dias de buscas.

Perícias nos destroços e nos corpos dos tripulantes no local onde o helicóptero caiu vão auxiliar investigadores a determinarem o que causou o acidente. Um dos itens a serem avaliados pelos peritos é a posição em que as vítimas foram localizadas.

A partir da investigação, serão respondidas perguntas como: se as mortes ocorreram em função da queda ou após o acidente.

Quem eram os ocupantes de helicóptero desaparecido?

A Polícia Militar confirmou a morte das quatro pessoas que estavam a bordo. As vítimas são:

  • Luciana Marley Rodzewics Santos, de 46 anos;
  • Letícia Ayumi Rodzewics Sakumoto (filha de Luciana), de 20;
  • Rafael Torres (amigo da família), de 41 anos;
  • Cassiano Tete Teodoro (piloto), de 44 anos.

Como está sendo feito o resgate do helicóptero?

O coronel Ronaldo Oliveira, comandante da aviação da PM, destacou que a corporação ainda está mapeando o acesso terrestre ao local onde o helicóptero foi encontrado. Isso é necessário para saber se a Polícia Técnico-Científica conseguirá chegar até a região e como esse acesso será feito. Os quatro policiais que chegaram até ao local saíram do avião por uma espécie um guincho elétrico, uma espécie de rapel.

“Temos quatro policiais do Comando da Aviação no local e pousamos próximo, estamos verificando, nesse local de pouso, como é o acesso do local para o acesso terrestre. A gente está mapeando ainda para verificar se há condições, principalmente durante o dia, nós não vamos trabalhar a noite neste cenário. A gente está correndo para ter essas respostas no acesso terrestre e depois tirar esse objeto”, explicou o coronel.

Técnicas específicas

A FAB informou que o Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SERIPA IV), localizado em São Paulo (SP), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), foram acionados nesta sexta-feira para iniciarem as investigações sobre as causas do acidente envolvendo a aeronave de matrícula PR-HDB, na região de Paraibuna (SP).

CATEGORIAS

Lorena Teixeira Dias

Lorena Teixeira Dias

Goiânia, GO

Entre em contato através
do formulário abaixo